Publicado 17 de Abril de 2020 - 21h57

Por AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira (17) que espera retomar os atos políticos que eram uma marca de seu mandato antes de a pandemia da COVID-19 castigar o país.

"Espero que possamos fazer atos. É genial para o país", disse Trump durante coletiva de imprensa, descrevendo os comícios como "uma tremenda forma" de divulgar suas ideias.

Assim como milhões de americanos, Trump está confinado há semanas em casa, no seu caso a Casa Branca, como parte das medidas de distanciamento social maciço implementadas para evitar a propagação do novo coronavírus.

Embora pareça existirem poucas possibilidades de realizar eventos com milhares de pessoas no futuro próximo, Trump disse que os atos serão "maiores do que nunca".

Ele anunciou que prevê viajar para fora de Washington para ser orador de uma cerimônia de formatura na academia de oficiais de West Point, em Nova York, prevista para 23 de maio

Durante seu mandato, Trump continuou fazendo atos ao estilo de campanha eleitoral em todo o país e antes das restrições impostas pela pandemia havia intensificado os comícios com vistas às eleições de 3 de novembro.

Trump disse que não queria realizar atos onde houver distanciamento social. "Perde muito sabor", afirmou.

sms/ad/gma/mvv

Escrito por:

AFP