Publicado 17 de Abril de 2020 - 20h57

Por AFP

Estados Unidos e Brasil concordaram em "acelerar o diálogo comercial em curso" para chegar, ainda em 2020, a um acordo sobre as regras que se referem aos intercâmbios comerciais e à transparência entre os dois países, informou nesta sexta-feira (17) o Escritório do Representante Comercial dos EUA (USTR).

"Ambos os países concordaram em acelerar seu diálogo comercial em andamento", sob a supervisão da Comissão de Relações Econômicas e Comerciais do Brasil e dos Estados Unidos (ATEC).

O objetivo é concluir um acordo sobre regras comerciais e transparência neste ano, que contribuam para facilitar o comércio e as boas práticas regulatórias.

Os dois países também decidiram iniciar consultas internas para solicitar sugestões sobre a melhor maneira de expandir o comércio e desenvolver o relacionamento econômico bilateral.

Ambos os países se aproximaram graças à sintonia entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e Jair Bolsonaro.

No último 7 de março, Trump recebeu Bolsonaro em sua residência e clube de golfe Mar-a-Lago, na Flórida.

Estados Unidos e Brasil, principais economias das Américas, assinaram o ATEC em 2011, cujo objetivo é melhorar a cooperação em termos de comércio e investimentos.

Em 2018, o comércio de bens e serviços dos EUA com o Brasil totalizou cerca de US$ 105 bilhões, com um superávit comercial de bens e serviços americanos de US$ 30,6 bilhões.

Segundo o Departamento de Comércio, as exportações de bens e serviços dos EUA para o Brasil responderam por cerca de 308.000 empregos em 2015.

an/gma/bn

Escrito por:

AFP