Publicado 17 de Abril de 2020 - 17h19

Por AFP

Quase 17 mil funcionários da área de saúde foram infectados pelo novo coronavírus na Itália, dois terços deles, mulheres, segundo um relatório publicado nesta sexta-feira pelo Instituto Superior da Saúde (ISS).

A cifra representa 10% do total de pessoas infectadas em todo o país pelo novo coronavírus, que surgiu em dezembro passado, na China.

Entre os 16.991 professionais infectados, 43,2% são enfermeiras e obstetras; 19%, médicos que trabalham em hospitais; 9,9% trabalhadores sociais do setor; e 19,2%, pertencentes a profissões e especializações ligadas à saúde, aponta o relatório, apresentado em entrevista coletiva.

A média de idade dos infectados é de 42 anos, e a maioria das mulheres infectadas trabalham em hospitais (70,9%). Apenas 0,8% são médicos de família ou pediatras, e 2,3% exercem várias especializações.

Segundo o relatório divulgado ontem pela Federação Nacional dos Médicos (Fnomceo), a pandemia já causou a morte de 125 profissionais na península. O país soma 172.434 infectados e 22.745 mortos, segundo o balanço mais recente divulgado pela Defesa Civil.

bur-kv/mis/lb

Escrito por:

AFP