Publicado 05 de Março de 2020 - 11h40

Por Adagoberto F. Baptista

Alenita Ramirez

[email protected]

Foto: Matheus

Uma pane no sistema causou lentidão no atendimento da unidade do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) da Barreto Leme, no centro de Campinas, ontem de manhã. Para a fila preferencial a demora de espera era em média de duas horas. Muitos segurados que estavam com perícias agendadas, acabaram desistindo e indo embora. Quem buscou por agendamento, também desistiu. A promessa dos funcionários é que o sistema normalize nas próximas horas.

Até por volta das 10 horas, ao menos 200 pessoas aguardava dentro da unidade. Maior parte, estava revoltada com a demora.

A desempregada Rosana Bernardo Pereira Viana, de 29 anos, tinha perícia marcada, mas não conseguiu pegar a senha para o atendimento. Ela ficou 1h45 na fila e quando foi atendida foi informada da falha no sistema e também para que voltasse outro dia. “Eles não dão informações corretas e me mandaram reagendar pela internet. Mas eu não tenho internet; E aí, como fica?”, disse.

O porteiro afastado Rubens Lopes Silva também desistiu do atendimento. Ele precisa implantar placas de platina nas duas pernas e está sem receber o benefício. Como tinha que pegar um neto na creche e sentia dores, decidiu por retornar outro dia. “Tenho que recomeçar tudo de novo. Hoje não dá para ficar esperando”, falou.

Em nota, o INSS informou que o local ficou sem acesso à rede desde as 7h, quando abriu para o atendimento ao público, mas que às 7h40, o acesso voltou, mas de forma lenta e intermitente. “A equipe técnica do INSS identificou que o problema foi devido à queima de um componente eletrônico do servidor local e já está providenciando a troca da peça”, citou sem fazer previsão de normalização, visto que o trabalho demandava, além da substituição do componente, a reconfiguração de todos os sistemas. “O problema não atinge outras agências”, enfatizou.

Em relação ao atendimento, o órgão informou que está atendendo todas as pessoas que têm hora agendada e, na medida do possível, aquelas que buscam documentos como extratos previdenciários e de pagamento. “É importante lembrar que 90 dos 96 serviços oferecidos pelo INSS já podem ser feitos pelo telefone 135 ou pelo site gov.br/meuinss, sem necessidade de se deslocar a uma agência”, citou.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista