Publicado 05 de Março de 2020 - 19h05

Na parte que toca à TV aberta, é inexplicável a pouca importância que se dispensa ao jornalismo nos domingos, ainda que Globo e Record se justifiquem com as existências do Fantástico e Domingo Espetacular. A Record News, em sistema aberto, tem quatro rápidos boletins no Hora News. Quanto às demais, nem isso. Telejornais só de segunda a sábado

e olhe lá. É como se desligassem as luzes do mundo nos finais de semana.Mas, em meio a todas, a TV Gazeta aparece como caso ainda mais grave. Fincada em bases jornalísticas e pertencente à mesma organização responsável durante muitos anos pela publicação dos jornais A Gazeta, A Gazeta Esportiva e

uma revista, A Gazeta Esportiva Ilustrada, além de manter a Faculdade Cásper Libero, referência como instituição de ensino superior na área de comunicação social, o seu telejornal – único na grade - é levado ao ar de segunda a sexta-feira. Mais que o final de semana inteiro, são quase 72 horas sem nenhuma informação, muito em consequência das dificuldades do mercado, que são inteiramente compreensíveis. Assim como é de se lamentar que chegou a este ponto.