Publicado 07 de Março de 2020 - 11h59

Por Da Agência Anhanguera

Homens da Polícia Militar estavam no contrafluxo e ao abordar os suspeitos eles fugiram, mas foram presos

Cedoc/RAC

Homens da Polícia Militar estavam no contrafluxo e ao abordar os suspeitos eles fugiram, mas foram presos

Um casal e o filho de 12 anos, moradores em Sumaré, passaram momentos de terror na noite de anteontem durante um assalto. Três bandidos armados renderam o homem, um enfermeiro de 44 anos, quando chegava em casa de carro. A vítima foi levada para o interior do imóvel onde ficou refém com o filho, enquanto a mulher foi levada para sacar dinheiro. Os ladrões fugiram com diversos objetos de valor e o carro da família, mas na fuga, um dos bandidos que dava cobertura a ação foi detido pela Polícia Militar (PM). O suspeito estava foragido desde a saidinha de final de ano. Todos os objetos e o veículo da vítima foram recuperados.

O assalto foi por volta das 21h. O enfermeiro esperava o portão abrir, quando os criminosos chegaram em um Sandero e parou atrás do carro da vítima. Eles obrigaram a vítima entrar na casa e exigiram dinheiro e joias. O casal e o filho foram colocados sob a mira de uma arma de um dos bandidos, enquanto os comparsas reviraram o imóvel.

Em dado momento da ação, os criminosos levaram a mulher para fazer saques em caixas eletrônicos. A família ficou refém dos bandidos por cerca de 40 minutos. Essa é a segunda vez que as vítimas são assaltadas.

Um dos suspeitos foi detido quando fugia. Eles depararam com policiais da Força Tática da PM no contrafluxo e ao serem abordados aceleram. Houve perseguição, mas Wander Rodrigo Teixeira, de 35 anos, parou o Sandero e se entregou.

De acordo com a PM, o carro que estava com o suspeito tinha sido roubado no dia anterior e era alvo das buscas dos policiais. O suspeito teria confessado participação no assalto a família, depois que os policias acharam alguns objetos com ele.

O carro da vítima com os objetos foram encontrados em um condomínio da cidade. Os outros dois homens conseguiram fugir e as armas que teriam sido usadas nesse caso não foram encontradas.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera