Publicado 08 de Março de 2020 - 9h55

Por AFP

O primeiro-ministro checo, Andrej Babis, pediu neste domingo (8) ao governo italiano que proíba seus cidadãos de viajarem para o exterior, de modo a conter a propagação do novo coronavírus.

A República Checa registra, até o momento, 26 casos de contágio, a maioria ligada à Itália, e mantém 1.100 pessoas em quarentena.

"Acho que é importante que o primeiro-ministro Giuseppe Conte peça a todos os italianos que não deixem a Itália", declarou Babis a uma emissora de televisão local.

Os italianos "não deveriam viajar pela Europa, porque a maioria dos casos na Alemanha, na França, na Espanha vem da Itália", insistiu o premiê.

"Está claro que a Itália, infelizmente, não controla a situação", acrescentou, convocando os checos presentes na península a voltarem para casa.

Ao mesmo tempo, o governo checo recomendou a seus cidadãos que não viajem para a Itália.

frj/mas/bo/zm/pc/tt

Escrito por:

AFP