Publicado 07 de Março de 2020 - 9h47

Por AFP

Autoridades sauditas prenderam três membros da família real, informou a imprensa americana, em uma ação que demonstra o fortalecimento do controle por parte do poderoso príncipe herdeiro Mohammed bin Salman.

O príncipe Ahmed bin Abdelaziz al-Saud, irmão do rei Salman, bem como um sobrinho do monarca, o príncipe Mohammed bin Nayef, foram presos em suas casas após serem acusados de complô, informou o Wall Street Journal citando fontes anônimas.

Os dois homens, que tinham sido candidatos em potencial ao trono, são acusados de ter "fomentado um golpe para derrubar o rei e o príncipe herdeiro", afirmou o jornal.

Por isso, podem receber penas de prisão perpétua ou de morte, acrescentou a fonte.

O New York Times também informou sobre as prisões e acrescentou que o irmão mais novo do príncipe Nayef também foi preso.

As autoridades sauditas não reagiram imediatamente à informação.

O príncipe herdeiro fortalece gradualmente seu controle do poder mediante a prisão de líderes religiosos e militantes, bem como de príncipes e importantes empresários.

bur-ac/cn/bfi/ahg/ll

Escrito por:

AFP