Publicado 06 de Março de 2020 - 18h27

Por Estadão Conteúdo

Representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) no Brasil, Socorro Gross, afirmou nesta sexta-feira, 6, durante coletiva de imprensa no Ministério da Saúde, que o Brasil não tem transmissão local comunitária, apenas local.

Segundo explicação da pasta, a diferença entre elas é que a transmissão apenas local está restrita ao ambiente próximo e familiar. O exemplo são os dois casos confirmados no País que foram contaminados por terem tido contato com quem contraiu a doença no exterior.

Já a transmissão local comunitária acontece quando uma pessoa testa positivo para o vírus, não sendo possível identificar a fonte da contaminação. "Acontece quando eu não consigo mais trilhar a linha de contaminação", explicou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O diretor do departamento de imunização e doenças transmissíveis, Julio Henrique Rosa Croda, afirmou ser uma questão de dias para que haja contaminação local comunitária no Brasil. Os integrantes da pasta lembraram que existem muitos relatos de pacientes assintomáticos com o novo coronavírus, o que torna essa contaminação comunitária mais fácil de ocorrer.

Escrito por:

Estadão Conteúdo