Publicado 05 de Março de 2020 - 19h37

Por Estadão Conteúdo

O Banco Central da República Argentina (BCRA) decidiu hoje cortar o limite inferior da taxa de juros das Letras de Liquidez (LELIQ) de 40% para 38%. Em comunicado, a instituição diz que, com isso, a taxa de referência em termos efetivos fica em 45,4% ao ano. "Isso a mantém em terreno positivo suficiente para promover a poupança em pesos e ao mesmo tempo recompor a situação de crédito de famílias e empresas por meio da reativação do crédito", afirma o texto.

A nova taxa de política monetária valerá a partir da próxima licitação de LELIQ, em 10 de março. O comunicado do BCRA diz ainda que, embora ocorra uma "melhora incipiente em vários indicadores de atividade, ainda não há evidências firmes de saída da fase recessiva" na economia do país.

Escrito por:

Estadão Conteúdo