Publicado 05 de Março de 2020 - 11h57

Por Estadão Conteúdo

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, anunciou hoje que turistas da China e da Coreia do Sul terão de cumprir uma quarentena de 14 dias antes de serem autorizados a entrar no país, como parte de uma estratégia do governo para conter a disseminação do coronavírus.

Segundo Abe, os turistas ficarão em instalações do governo durante a quarentena e não terão permissão de usar transporte público.

O Japão tem mais de 1.050 casos confirmados da doença, incluindo 706 infecções de um navio de cruzeiro que recentemente ficou em quarentena na costa do país por duas semanas.

Abe disse que esta e a próxima semana serão cruciais para o Japão controlar a epidemia, num momento em que o governo é pressionado a se mobilizar para evitar que a Olimpíada de Tóquio seja adiada ou cancelada. Fonte: Associated Press.

Escrito por:

Estadão Conteúdo