Publicado 05 de Março de 2020 - 7h57

Por Estadão Conteúdo

No Estado de São Paulo, já são 49 mortes em decorrência da chuva neste verão. No ano anterior, haviam sido 41. Minas Gerais é o Estado com mais mortos (72), quatro vezes mais do que no verão anterior. Como o Estado mostrou ontem, o total de mortes por chuva no Sudeste chega a pelo menos 147 - no verão passado, foram 82 vítimas na região.

Em Belo Horizonte, temporais em janeiro deste ano deixaram 13 mortos e os estragos nas ruas custarão ao menos R$ 300 milhões. No Estado do Rio, o número de óbitos por causa de temporais neste verão chegou a 11.

A combinação de efeitos de longo prazo das mudanças climáticas, temperaturas mais baixas nos oceanos e falhas urbanísticas nas cidades leva aos desastres. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Escrito por:

Estadão Conteúdo