Publicado 05 de Março de 2020 - 6h17

Por AFP

Ao menos 15 civis, incluindo uma criança, morreram nesta quinta-feira em um bombardeio aéreo russo na região de Idlib, noroeste da Síria, informou a ONG Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

O ataque teve como alvo uma área nas proximidades da cidade de Maaret Misrin, onde estavam reunidas pessoas deslocadas pela guerra, de acordo com o OSDH.

O balanço pode aumentar porque muitos feridos estão em condição crítica, indicou a ONG.

A ofensiva do governo sírio, com o apoio da aviação russa, para reconquistar Idlib, último reduto jihadista e rebelde na Síria, provocou desde o início de dezembro o deslocamento de quase um milhão de pessoas e a morte de mais de 470 civiles, segundo a ONU e o OSDH.

Os combates, que também provocaram as mortes de quase 50 militares turcos que entraram em Idlib para apoiar os rebeldes sírios, provocaram momentos de tensão entre Rússia e Turquia.

Nesta quinta-feira, os presidentes turco e russo, Recep Tayyip Erdogan e Vladimir Putin, se reúnem na Rússia com o objetivo de reduzir as divergências e evitar que a tensão na Síria provoque um confronto direto entre Moscou e Ancara em território sírio.

ah/hj/all/zm/mar/fp

Escrito por:

AFP