Publicado 04 de Março de 2020 - 19h47

Por AFP

A Real Sociedad tornou-se nesta quarta-feira a primeira finalista da Copa do Rei, depois de vencer por 1 a 0 fora de casa o Mirandés, último sobrevivente da segunda divisão, no jogo de volta das semifinais do torneio.

Mikel Oyarzábal marcou de pênalti (41) o gol que deu à Real Sociedad, também vencedor na ida por 2 a 1, a vaga em sua primeira final em 32 anos desde a que perdeu em 1988 para o Barcelona (1-0)

O adversário do time basco na decisão de 18 de abril, no estádio La Cartuja, em Sevilha, sairá do duelo de quinta-feira entre Granada e Athletic Bilbao, que venceu por 1 a 0 no jogo de ida em San Mamés.

A Real Sociedad, que havia vencido por 2 a 1 no jogo de ida no estádio Anoeta, dominou o Mirandés, que não conseguiu alcançar aquela que teria sido a primeira final de sua história.

Sufocado pela forte pressão dos visitantes, o Mirandés optou por bolas longas, buscando o brasileiro Matheus.

Perto do intervalo, o meia francês Mickael Malsa desviou com a mão um cruzamento de Joseba Zaldúa, e o pênalti foi marcado.

Mikel Oyarzábal, que já havia marcado no jogo de ida, converteu a penalidade máxima marcando o gol da vitória (41).

Obrigados a marcar dois gols para igualar o duelo, o Mirandés partiu para cima apressado e desordenado após o intervalo, contra um Real Sociedad que procurava manter a posse de bola.

As principais armas do Mirandés - Matheus, Martín Merquelanz e Guridi - foram, durante todo o jogo, muito vigiadas pela defesa da Real Sociedad, impedindo suas arrancadas.

Nos últimos minutos, o Mirandés partiu para o desespero, mas a Real aguentou a pressão e garantiu a vaga na final.

gr/mcd/aam

Escrito por:

AFP