Publicado 04 de Março de 2020 - 19h07

Por Estadão Conteúdo

Vice-presidente para Política Monetária do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Ben Broadbent afirma que a disseminação do coronavírus e as medidas tomadas para contê-la "podem ter um impacto muito significativo na atividade econômica". Em discurso em Londres, ele comentou que o impacto deve ser temporário, a julgar por episódios similares anteriores, sem afetar diretamente a viabilidade de longo prazo e o potencial produtivo da maioria das empresas ou da economia como um todo. "Precisamente por essa razão, pode haver um papel para a política monetária apoiar a atividade e a provisão de crédito nesse ínterim, a fim de garantir que os problemas de longo prazo não resultem em estragos de mais longo prazo", avaliou.

Broadbent disse que o BoE está em contato com autoridades do governo e também com banqueiros centrais de outros países. "Nós continuaremos a monitorar de perto os acontecimentos que mudam rapidamente e a considerar qualquer resposta política apropriada", enfatizou.

Escrito por:

Estadão Conteúdo