Publicado 04 de Março de 2020 - 15h38

Por Estadão Conteúdo

Depois de registrar saídas líquidas de US$ 44,768 bilhões em 2019, o País fechou o primeiro bimestre de 2020 com fluxo cambial negativo de US$ 4,792 bilhões, informou nesta quarta-feira, 4, o Banco Central.

No canal financeiro, houve saída líquida de US$ 10,840 bilhões nos dois primeiros meses do ano, resultado de aportes no valor de US$ 89,212 bilhões e de retiradas no total de US$ 100,051 bilhões. Este segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo do bimestre ficou positivo em US$ 6,048 bilhões, com importações de US$ 25,640 bilhões e exportações de US$ 31,688 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 3,830 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 11,311 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 16,546 bilhões em outras entradas.

Fevereiro

Após registrar saídas líquidas de US$ 384 milhões em janeiro, o País fechou fevereiro com fluxo cambial negativo de US$ 4,408 bilhões, informou nesta quarta-feira o Banco Central.

No canal financeiro, houve saída líquida de US$ 9,322 bilhões no mês passado, resultado de aportes no valor de US$ 37,209 bilhões e de retiradas no total de US$ 46,531 bilhões.

No comércio exterior, o saldo de janeiro ficou positivo em US$ 4,914 bilhões, com importações de US$ 11,459 bilhões e exportações de US$ 16,374 bilhões.

Nas exportações, estão incluídos US$ 1,985 bilhão em ACC, US$ 7,902 bilhões em PA e US$ 6,487 bilhões em outras entradas.

Semana

O fluxo cambial da semana passada (26 a 28 de fevereiro) ficou negativo em US$ 2,087 bilhões, informou o Banco Central.

Pelo canal financeiro, ocorreu saída líquida de US$ 2,287 bilhões, resultado de aportes no valor de US$ 6,177 bilhões e de envios no total de US$ 8,464 bilhões.

No comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 201 milhões no período, com importações de US$ 2,271 bilhões e exportações de US$ 2,471 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 437 milhões em ACC, US$ 557 milhões em PA e US$ 1,478 bilhão em outras entradas.

Escrito por:

Estadão Conteúdo