Publicado 06 de Fevereiro de 2020 - 14h47

Por Adagoberto F. Baptista

Ygor Vinhas

Gustavo Magnusson

Da Agência Anhanguera

[email protected]

O goleiro Ygor Vinhas, da Ponte Preta, deve fazer seu último jogo como titular pelo Campeonato Paulista contra o Palmeiras, amanhã, às 19h30, no estádio Moisés Lucarelli. Isso porque o e Ivan deve estar à disposição para o jogo contra o Ituano, que acontece. Antes disso, a Ponte Preta terá compromisso

"É mais um grande jogo contra o Palmeiras. É um jogo difícil e de nível muito elevado, como foi com o Corinthians. Como você falou, a gente vem de uma derrota e eles também. Os dois estão pressionados. Acredito que fomos abaixo na partida passada, então é aprender com os erros para fazermos grande jogo aqui contra o Palmeiras.

É verdade, é um jogo diferente, né, cara. Tem grande repercussão, mas eu procuro me manter tranquilo. Quando vou muito bem, procuro não me empolgar. Em caso de ir mal também, não é pensar que sou o pior goleiro do mundo. Então é continuar trabalhando para dar sempre um retorno positivo dentro do campo nos jogos",

"Não é sempre que vou conseguir ser o herói do jogo. Busco sempre dar o meu melhor e ter a melhor performance. Mas infelizmente não é sempre que vamos conseguir agradar e sair com a vitória e os três pontos, que são o mais importante de tudo",

Ygor Vinhas foi o destaque na vitória sobre o Corinthians, mas recebeu contestações na última partida contra a Inter de Limeira por conta do segundo gol

"Uma coisa em comum nos quatro jogos é que saímos na frente em todos. Então, é natural que a equipe adversária saia e pressione mais e a gente acabe recuando um pouco mais também. Nós conseguimos suportar bem a pressão na maioria dos jogos. Soubemos sofrer. Infelizmente, no último jogo, eles fizeram pressão grande e não conseguimos suportar. Mas acredito que faz parte. É levar como aprendizado e corrigir alguns erros que a gente está tendo para que não aconteçam mais", pediu Ygor Vinhas.

"Não me incomoda saber que quando o Ivan voltar, eu posso voltar ao banco de reservas. Ivan é um grande goleiro. Sempre falo isso em todas as entrevistas. Vive grande momento desde a estreia dele aqui. Então não por que eu me incomodar. Ele tem a sua história, fez por onde e, não à toa, está defendendo a Seleção Brasileira. Aliás, hoje tem jogo dele e vamos estar torcendo como sempre. Então não me incomoda não. É seguir trabalhando. A escolha que for feita será bem feita.

Estamos totalmente focados no jogo contra o Palmeiras. Nós buscamos sempre focar jogo a jogo. Vamos ver o que a gente tem para fazer nesta partida, o que ajustar para fazer grande jogo e sair daqui com a vitória. Depois, a gente pensa no jogo da Copa do Brasil.

Busco sempre estar ajudando, né. Ataque também, em todos os jogos, tem feito gols. E eu procuro estar sempre concentrado. Às vezes, vem uma bola. Às vezes, vem bastante bolas. Preciso estar sempre pronto para ajudar a equipe.

Eu encaro todos os jogos da mesma forma, seja um time de maior ou menor expressão. A minha concentração tem de ser a mesma para estar sempre tendo um retorno positivo.

Palmeiras é uma grande equipe. Não é segredo, mas ainda não foi nos passado muita coisa. Normalmente, assistimos alguns vídeos um ou dois dias antes do jogo. Eles ainda vão passar os pontos fracos e os pontos fortes deles para conseguirmos ter resultado positivo.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista