Publicado 07 de Fevereiro de 2020 - 10h17

Por Gustavo Magnusson

Igor Vinhas defende pênalti contra o Corinthians: goleiro deve ter a última oportunidade como titular amanhã

Cedoc/RAC

Igor Vinhas defende pênalti contra o Corinthians: goleiro deve ter a última oportunidade como titular amanhã

Substituto temporário de Ivan, o goleiro Ygor Vinhas, da Ponte Preta, deve ganhar sua última oportunidade como titular no Paulista amanhã, contra o Palmeiras, às 19h15, no Estádio Moisés Lucarelli. Isso porque a Seleção Brasileira vai encerrar sua participação no Torneio Pré-Olímpico Sul-Americano Sub-23, contra a Argentina, neste domingo, às 22h30. Com isso, Ivan deve retornar naturalmente à meta da Macaca no duelo contra o Ituano, no próximo dia 17, em Itu.

Ygor Vinhas garante não se incomodar com a sua volta ao banco de reservas da equipe. "O Ivan é um grande goleiro, vive grande momento desde que estreou pela Ponte, então não há motivo para eu me incomodar. Ele tem a sua história, fez por onde e não à toa está defendendo a Seleção Brasileira. É seguir trabalhando que a escolha que for feita será bem feita", disse.

Neste Paulistão, Ygor Vinhas foi o grande destaque da Ponte Preta na vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians, mas no último jogo, contra a Inter de Limeira, recebeu críticas por parte da torcida no lance do gol da virada do adversário, marcado pelo meia Murilo Rangel em cobrança de falta. "Não é sempre que vou conseguir ser o herói do jogo. Quando vou muito bem, tento não me empolgar. Já em caso de ir mal, também não posso pensar que sou o pior goleiro do mundo", afirmou Ygor Vinhas.

O goleiro também fez uma avaliação geral do desempenho da Ponte Preta na competição e tentou justificar o motivo pelo qual a equipe se encolhe tanto durante as partidas após abrir o placar.

"Uma coisa em comum nos nossos quatro jogos é que saímos na frente em todos eles. Então é natural que a equipe adversária pressione mais e a gente acabe recuando um pouco também. Conseguimos aguentar bem a pressão na maioria dos jogos, mas na última partida a pressão foi grande e infelizmente não conseguimos suportar. Precisamos levar como aprendizado e corrigir alguns erros para que não aconteçam mais", pediu Ygor Vinhas.

O arqueiro de 25 anos também projetou o duelo contra o Palmeiras. "Trata-se de um jogo diferente e de nível muito elevado, com grande repercussão, mas eu procuro me manter tranquilo. A gente vem de uma derrota e eles também, então os dois estão pressionados. Acredito que fomos abaixo na partida passada, então é preciso aprender com os erros para fazermos um grande jogo", pediu Ygor Vinhas.

Escrito por:

Gustavo Magnusson