Publicado 06 de Fevereiro de 2020 - 10h26

Por Gustavo Magnusson

O meia João Paulo ainda busca seu primeiro gol com a camisa da Ponte

Wagner Souza/AAN

O meia João Paulo ainda busca seu primeiro gol com a camisa da Ponte

Uma das contratações que mais agradaram a torcida da Ponte Preta para esta temporada, o meia João Paulo adota otimismo diante do momento de pressão que a equipe vive no início deste Campeonato Paulista. Ex-Avaí, o jogador de 29 anos procura enxergar o lado positivo das más atuações neste início de competição e espera que a equipe possa aprender com os erros, especialmente aqueles cometidos nas derrotas para Santo André e Inter de Limeira.

"Tanto o nosso primeiro quanto o último jogo têm que servir de lição. Mas se olharmos bem, há muita coisa boa e proveitosa: somos um dos times que mais roubam bola na competição e estamos fazendo gols também", destacou. O estágio inicial de entrosamento do novo elenco e a sequência intensa de jogos são fatores que João Paulo enxerga como complicadores neste começo de Paulistão. "Completamos nesta semana um mês do início da nossa pré-temporada, ou seja, ainda estamos nos conhecendo e aperfeiçoando a parte técnica e física.

Além disso, são jogos em cima de jogos. Sabemos que estamos em uma crescente e no caminho certo. Temos intercalado bons jogos também. Ganhar ou perder faz parte da nossa profissão", analisou João Paulo, que ainda não marcou seu primeiro gol com a camisa da Macaca, mas perdeu grande chance no início do segundo tempo em Limeira.

Após enfrentar o Corinthians no estádio Moisés Lucarelli na semana passada, a Ponte Preta volta a receber uma equipe da capital paulista dentro de seus domínios nesta primeira parte do Campeonato Paulista. Desta vez, o compromisso será contra o Palmeiras, neste próximo sábado, às 19h30.

"Não vejo vantagem em enfrentar os grandes clubes da capital no começo do campeonato. Assim como eles, nós também estamos montando o time agora”, explicou João Paulo. Ele espera que a Ponte Preta repita o espírito apresentado contra o Corinthians. "O que funcionou contra o Corinthians foi o conjunto, pois tivemos marcação bem agressiva e soubemos sair com qualidade nos contra-ataques para fazer os gols e alcançar a vitória”, avaliou João Paulo.

"Sabemos que é um jogo extremamente difícil e complicado, mas estamos bem focados. Vamos procurar trabalhar o resto desta semana para poder fazer um grande jogo no sábado."

Os ingressos para a partida entre Ponte Preta e Palmeiras já estão à venda. Os valores são R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) para arquibancada e setor geral, enquanto a área VIP custa R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia). A exemplo do confronto da quinta-feira passada contra o Corinthians, o duelo diante do Palmeiras será com torcida única do time mandante. Entre hoje e amanhã, as bilheterias do Moisés Lucarelli funcionam das 11 às 19h. Já no sábado, é possível comprar ingresso no estádio das 11h até os 15 primeiros minutos do segundo tempo da partida.

Escrito por:

Gustavo Magnusson