Publicado 07 de Fevereiro de 2020 - 10h09

Por AFP

Um militar de 19 anos atacou um policial com uma faca nesta segunda-feira (3) no leste da França antes de ser baleado, informaram fontes oficiais que não descartam a possibilidade de ato terrorista.

A agressão ocorreu na localidade de Dieuze (leste) numa delegacia que havia recebido um telefonema advertindo sobre uma ação deste tipo, que o autor reivindicou em nome do grupo Estado Islâmico, segundo o promotor de Metz (oeste), Christian Mercuri.

"Os fatos devem estar relacionados a uma ligação recebida pelo centro operacional da polícia pouco antes, na qual um indivíduo declarou que era militar e que haveria uma carnificina em Dieuze, acrescentando que ele era do Estado Islâmico", disse Mercuri à imprensa.

Agora, a procuradoria nacional antiterrorista em Paris deve decidir se deve assumir a investigação, acrescentou.

Segundo o promotor de Metz, o agressor "enfrentou um agente da polícia, que teve que usar sua arma de serviço", fazendo dois disparos, que atingiram o criminoso, que foi levado ao hospital, onde foi operado.

O agente de segurança agredido "teve um ferimento leve no braço e foi hospitalizado", concluiu.

Em 2015, a França foi palco de ataques de extremistas que deixaram mais de 250 mortos.

Escrito por:

AFP