Publicado 07 de Fevereiro de 2020 - 9h44

Por AFP

Trinta e seis passageiros do avião de repatriados da China que chegou no domingo à França ficaram retidos no aeroporto aguardando análise de exames, pois apresentavam sintomas do novo coronavírus, disse a ministra da Saúde francesa, Agnès Buzyn.

No total, 254 pessoas chegaram à França procedentes da cidade chinesa de Wuhan, onde foi detectado pela primeira vez o novo coronavírus que deixou 362 mortos (361 vítimas na China e uma nas Filipinas).

No domingo à noite, a ministra afirmou que 20 pessoas com sintomas ficaram na pista" do aeroporto de Istres (sul), "sob a supervisão de médicos militares" enquanto eram feitas análises.

As pessoas sob suspeita são cidadãos "franceses e não europeus".

Dependendo do resultado dos exames, que podem ser anunciados nesta segunda-feira, as pessoas serão hospitalizados em caso de resultado positivo ou podem ser transferidos para o centro de Carry-le-Rouet ou o centro de Aix-en-Provence, os dois locais de quarentena escolhidos pelas autoridades francesas para receber repatriados da China.

A ministra também anunciou que nenhum caso foi diagnosticado durante o fim de semana no território francês. O país tem seis pessoas contaminadas.

rh/abd/fmp/af/mb/lca

Escrito por:

AFP