Publicado 05 de Fevereiro de 2020 - 15h29

Por Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro reuniu a cúpula dos três poderes para um almoço no Palácio da Alvorada hoje, como gesto de boa vontade pelo início dos trabalhos no Legislativo e Judiciário.

Bolsonaro convidou os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

Também estiveram presentes o presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio Noronha, do Tribunal de Contas da União, José Mucio Monteiro Filho, além do procurador-geral da República, Augusto Aras.

Compareceram, ainda, os presidentes do Banco Central, Roberto Campos Neto, da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e do Banco do Brasil, Rubem Novaes.

Entre os ministros estavam Paulo Guedes (Economia), Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tereza Cristina (Agricultura) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde).

Após reunião no Palácio do Planalto com Onyx Lorenzoni, nesta quarta, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), foi convidado pelo presidente para participar do almoço. Não há informação de que outro governador tenha participado.

Mais cedo, Bolsonaro disse que o encontro tinha como objetivo enfatizar que o grupo tem o "privilégio de dar um norte para o Brasil".

"Convidei ministros, presidentes de tribunais nesse início de ano para bater um papo e dizer para eles que nós temos o privilégio de, juntos, dar um norte para o Brasil. É por aí a pauta de um breve almoço", contou pela manhã.

Escrito por:

Estadão Conteúdo