Publicado 05 de Fevereiro de 2020 - 10h59

Por Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o único integrante do governo que ele não pode demitir é o vice-presidente República, Hamilton Mourão. Bolsonaro não descartou eventuais mudanças nos ministérios. "Nenhum ministro vive ao meu lado preocupado em ser demitido. Se tiver que ser, eu só não posso demitir o Mourão, o resto ali...", disse nesta quarta-feira, dia 5.

Bolsonaro negou que tenha exigido do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, a demissão de funcionários esta semana, após outros dois assessores serem dispensados na terça-feira, 4. "Nada. Zero. Ele (Onyx) sabe o que está fazendo", reagiu. "Se tiver que mudar a Casa Civil ou qualquer ministério, você vai saber na hora certa. Não vou partir de especulação", respondeu o presidente sobre eventuais mudanças na pasta.

Questionado se pode haver uma reforma ministerial em breve, Bolsonaro respondeu: "Não sei, raciocina". "Tudo o que precisar fazer pelo Brasil, eu farei", disse.

Sobre a permanência do ministro da Educação, Abraham Weintraub, no governo, após críticas internas, o presidente afirmou que "não tem que responder" esse tipo de pergunta. "Toda semana a imprensa demite um ou outro ministro", afirmou.

Escrito por:

Estadão Conteúdo