Publicado 04 de Fevereiro de 2020 - 21h45

Por Estadão Conteúdo

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o plenário da Casa não deve fazer muitas alterações no projeto de lei que determina regras para a quarentena dos brasileiros que serão resgatados da China, epicentro do Coronavírus.

Maia afirmou, no entanto, que ainda não conhece o "teor" do texto encaminhado pelo Executivo nesta terça-feira.

"Vamos votar a matéria hoje porque é urgente. Essa é uma decisão. Disse ao governo ontem que medida provisória levaria duas semanas, com muita boa vontade. Projeto de lei poderia ser votado no mesmo dia, é o que vamos fazer", disse. O presidente da Câmara afirmou que as críticas ao PL serão feitas no plenário.

Escrito por:

Estadão Conteúdo