Publicado 21 de Janeiro de 2020 - 12h41

Por Alenita Ramirez

Prefeitura faz primeira vistoria no Palace Hotel

Wagner Souza/AAN

Prefeitura faz primeira vistoria no Palace Hotel

Engenheiros e técnicos da Defesa Civil e das secretarias de Planejamento Urbano e de Obras vistoriaram nesta terça-feira (21) o prédio do Campinas Palace Hotel, localizado na Rua Irmã Serafina, na região central da cidade, que estava fechado há 15 anos. Mas não será de imediato que a Prefeitura vai ocupar o edifício.

Prefeitura faz primeira vistoria no Palace Hotel

O técnicos concluíram que o local não tem condições de ser ocupado imediatamente, já que precisa ser reformado e o custo ainda não foi dimensionado. “A princípio não vimos risco de estrutura, mas as condições em que ele está, não dá para abrigar nada”, disse o engenheiro Rubem Passos, da Secretaria de Planejamento Urbano.

A Prefeitura tenta ocupar o imóvel com base em uma lei municipal de autoria do vereador Marcos Bernardelli, que permite ao município assumir imóveis abandonados por seus donos. O pedido está em andamento junto à Justiça. Pela lei, o proprietário tem três anos para manifestar interesse pelo imóvel, caso contrário a Prefeitura pode tomar posse. “Vamos fazer uma limpeza, fechar ele com tapumes, tentar fechar as janelas que estão abertas e usar, ao menos, o estacionamento para guardar viaturas”, disse.

Prefeitura faz primeira vistoria no Palace Hotel

A operação de limpeza começa amanhã e levará ao menos 10 dias. Segundo Passos, o serviço será acrescentado na dívida que o proprietário tem com o município que, atualmente gira em R$ 24 milhões só com IPTU.

Além dos engenheiros e técnicos, também participaram da vistoria, agentes da Vigilância Epidemiológica, que consideraram o local como possível criadouro do mosquito Aedes aegypti.

Escrito por:

Alenita Ramirez