Publicado 21 de Janeiro de 2020 - 9h36

Por Da Agência Anhanguera

Produtos roubados pelo representante da lei: ele alegou motivo financeiro

Divulgação

Produtos roubados pelo representante da lei: ele alegou motivo financeiro

Um Policial Militar (PM) de folga foi preso em flagrante após assaltar um ponto de venda de drogas, conhecido por biqueira, em Campinas. Ele foi detido por policiais militares que patrulhavam o bairro Vila Padre Anchieta, no distrito de Aparecida. O policial alegou que a mulher está grávida, no fim da gestação, e passava por necessidade. Ele trabalha na 1ª Companhia do 49º Batalhão da Polícia Militar Interior (BPM/I), em Jundiaí.

O caso aconteceu na noite da sexta-feira, em uma rua do Conjunto Habitacional. O policial chegou a pedir para um conhecido o levar no local para resolver um suposto desacato.

Segundo consta no boletim de ocorrência, registrado na 2ª Delegacia Seccional, como tráfico de entorpecentes, o policial foi detido quando deixava um ponto de tráfico. Ele saia às pressas e carregava uma caixa com 40 porções de cocaína, 24 de maconha e 40 de crack, além de R$ 647 em dinheiro. Como o local é conhecido no meio policial por ser ponto de tráfico de entorpecentes e os agentes não o conheciam, o abordaram.

Na abordagem, ele alegou ser PM e disse que estava atrás de um criminoso que havia roubado sua mulher em dia anterior. Segundo o policial, ele teria tido informações de o suposto ladrão estava no local. Ele também contou que teria sido levado por um conhecido, que estava com o seu carro, em um motel, com uma namorada.

Os policiais entraram em contato com o colega do policial e o chamaram no local. A roupa, carteira de identificação e demais pertences do policial foram achados no carro.

Após a constatação, o policial contou a versão sobre a suposta necessidade financeira e disse que decidiu roubar não só aquele ponto de tráfico, mas também em outros na cidade. O policial mora no distrito do Ouro Verde e foi levado para a delegacia, onde foi preso em flagrante e levado para o Presídio Romão Gosmão. O nome do suspeito de assalto e porte de drogas não foi revelado. O amigo dele prestou depoimentos e foi liberado.

Nota

A PM se pronunciou por meio de nota, mas não deu detalhes sobre a ocorrência. Confirmou a informação segundo a qual, um policial em horário de folga foi preso em Campinas "por suposto envolvimento com tráfico de drogas" e que a ocorrência foi registrada na 2ª Delegacia Seccional da cidade. A nota informa ainda que o policial foi encaminhado ao Presídio Militar Romão Gomes e que a Corregedoria da PM acompanha as investigações.

"A PM reforça que não compactua com desvio de conduta de seus agentes e todos os casos que chegam ao conhecimento da instituição são prontamente investigados e as medidas cabíveis são adotadas", conclui a corporação.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera