Publicado 05 de Dezembro de 2019 - 5h30

O vice-prefeito de Campinas, Henrique Magalhães Teixeira (PSDB), inaugurou ontem o Centro de Referência Especializado de Assistência Social Norte (Creas Norte). O Creas atende a mulheres, idosos, crianças e adolescentes que sofrem com o abandono, exploração financeira, trabalho infantil, negligência e violências física, sexual e psicológica. Localizada na Avenida Brasil, número 1.987, no Jardim Guanabara, a unidade será coordenada pela psicóloga Paula Westim. A equipe também é composta por assistentes sociais, psicólogos, assessor jurídico e profissionais da área administrativa. "O Creas é uma unidade fundamental para que possamos combater as violações de direitos e as violências e ter um espaço de escuta e de atendimento protetivo aos indivíduos e as famílias”, afirmou a secretária Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, Eliane Jocelaine Pereira. Anteriormente, os residentes da região Norte eram atendidos pelo Creas Leste, que acumulava a gestão das duas regiões. Essa é a quinta unidade de Creas que oferece orientação jurídica, acolhimento e diagnóstico, além de toda a articulação com a rede socioassistencial, assistente social e psicólogo. A capacidade de atendimento é de 80 famílias por mês. O Creas Norte terá parcerias com as instituições Ação Forte, Centro Promocional Tia Ileide (CPTI), Associação Beneficente Direito de Ser, Sociedade Educativa de Trabalho e Assistência — Seta e Assistência Social da Paróquia do Sagrado Coração De Jesus. Magalhães Teixeira ressaltou a importância e extensão das parcerias com as instituições públicas e do terceiro setor para o sucesso do trabalho. O vice-prefeito esclareceu que esse é um serviço de média complexidade. Por isso, exige muito equilíbrio emocional dos servidores, que tratam de questões difíceis trazidas pela população. "É uma vocação e é preciso ter grandes qualidades para realizar esta função”, afirmou. Eliane acrescentou que o Creas Norte é uma conquista muito grande para o Município, num momento em que a política de assistência social precisa ser muito fortalecida. “Campinas está avançando nas políticas públicas de assistência que, na medida do possível, estão sendo ampliadas e recebendo investimentos, mesmo em um cenário de crise econômica”, contextualizou.Creas

Os Creas funcionam em estreita articulação com o Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, conselhos tutelares e outras organizações de defesa de direitos. Também se articulam com os demais serviços socioassistenciais e com outras políticas públicas. O primeiro Creas implantado em campinas foi o Creas Leste no ano de 2008. O segundo foi o Sul, inaugurado em 2014. O terceiro, Noroeste, foi inaugurado em 2015. O quarto, o Sudoeste, foi inaugurado em 2017. Atualmente, os outros quatro Centros de Referência Especializados atendem 2.047 famílias por mês.

Arrecadação em 2019

MêsValor Arrecadado

Janeiro R$ 11.696.704,82

Fevereiro R$ 5.161.136,62

Março R$ 3.014.689,15

Abril R$ 5.398.389,10

Maio R$ 8.512.127,62

Junho R$ 6.543.473,59

Julho R$ 9.695.857,10

Agosto R$ 9.164.111,61

Setembro R$ 9.818.872,26

Outubro R$ 10.772.368,14

TotalR$ 79.777.730,01