Publicado 07 de Dezembro de 2019 - 1h11

Por AFP

A Casa Branca rejeitou nesta sexta-feira o convite para defender o presidente Donald Trump no processo de impeachment em andamento no Congresso, ao considerar que "carece de fundamento".

"Como sabem, esta investigação de impeachment carece completamente de fundamento", disse o advogado da Casa Branca Pat Cipollone, em carta enviada a Jerrold Nadler, legislador democrata que preside o Comitê Judicial da Câmara de Representantes.

Apesar de não descartar diretamente a participação da Casa Branca no processo, Cipollone declarou que os democratas já "perderam tempo suficiente com esta farsa".

Cipollone enviou a carta minutos antes do final do prazo para a Casa Branca declarar se enviaria representantes ao Comitê Judicial, que elabora as acusações contra Trump no processo de impeachment.

O processo para a eventual destituição de Trump foi iniciado pelos democratas no final de setembro, depois que se soube que o presidente pediu à Ucrânia que investigasse Joe Biden, seu possível rival nas eleições em 2020.

Os democratas estão convencidos de que o presidente republicano abusou de seu poder para promover sua campanha de reeleição, pressionando Kiev ao reter cerca de 400 milhões de dólares de ajuda militar para o conflito que o país mantém com a Rússia.

sms/acb/lr

Escrito por:

AFP