Publicado 05 de Dezembro de 2019 - 22h11

Por AFP

Cerca de seis mil agressões sexuais foram relatadas entre 2017 e 2018 por usuários e motoristas do Uber, bem como por terceiros, nos Estados Unidos, informou a empresa em um relatório de segurança publicado nesta quinta-feira.

Este número inclui 450 estupros, enquanto o restante das agressões incluem contato com partes íntimas ou tentativa de contato. É a primeira vez que o Uber publica um relatório dessa natureza, em meio à crescente pressão que, como seu concorrente americano Lyft, enfrenta a multiplicação de reclamações de usuários que foram vítimas de agressões.

juj/cjc/piz/yow/lca

Escrito por:

AFP