Publicado 04 de Dezembro de 2019 - 21h26

Por AFP

Os especialistas que elaboram o relatório final da Organização de Estados Americanos (OEA) sobre as eleições presidenciais de 20 de outubro na Bolívia detectaram que houve "manipulação dolosa" e destacaram a impossibilidade de validar os resultados.

"A equipe auditora detectou uma manipulação dolosa das eleições", sentenciaram os especialistas em seu relatório final depois que as denúncias de irregularidade no processo levaram o presidente da Bolívia, Evo Morales, a renunciar em 10 de novembro, pressionado pelas Forças Armadas.

an/yow/mvv

Escrito por:

AFP