Publicado 02 de Outubro de 2019 - 16h19

Por Adagoberto F. Baptista

Alenita Ramirez

[email protected]

Foto: Divulgação

Um motorista de 48 anos, levou pânico na Rodovia dos Bandeirantes, em Campinas, no começo da tarde desta quarta-feira (2). Ele dirigiu em alta velocidade e fez manobras perigosas por cerca de 12km e só parou após bater contra um caminhão de manutenção de vias da Concessionária AutoBAn, que estava estacionado no canteiro central da pista. Por sorte, ele saiu ileso do veículo. A cena do acidente e a forma como ficou o veículo impressionaram os policiais rodoviários que atenderam a ocorrência. Ele foi detido por direção perigosa, mas liberado após prestar depoimentos. O homem não estava alcoolizado e não tem passagem criminal.

A ocorrência aconteceu por volta das 13h30 no sentido interior. De acordo com o tenente Jaelson Ferreira Nobre, a Polícia Militar Rodoviária (PMR), foi acionada pelo dono da empresa em que o homem trabalha. A informação era de que dois funcionários discutiam no veículo, um Fiat Mobi, que transitava na pista. Uma viatura passou a buscar o veículo e o localizou no km 84,5. Ao dar sinal sonoro para parada, o motorista acelerou e passou a fazer manobras perigosas. Outras duas viaturas foram chamadas para dar apoio. “Ainda bem que no horário não havia muito trânsito de veículos”, disse Nobre.

A fuga só terminou na bifurcação para a Rodovia Adalberto Panzan. Ele simulou que seguiria para a outra rodovia, mas continuou na Bandeirantes e foi aí que ele se perdeu e bateu contra o caminhão parado.

A frente do veículo ficou destruída e permaneceu intacto apenas o local onde o dedetizador estava. Foi feito teste de bafômetro que nada constou. Ele alegou passar por problemas familiares, o que foi constatado na delegacia.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista