Publicado 01 de Outubro de 2019 - 17h25

Por Adagoberto F. Baptista

Busca ativa por mulheres é desafio do Outubro Rosa

Da Agência Anhanguera

Fotos: Vagner Souza e Divulgação

Uma cerimônia que reuniu representantes do poder público, entidades e setores da sociedade civil ontem pela manhã no espaço Symetria, na região do Castelo, marcou a abertura do Outubro Rosa - o mês de conscientização e orientação a respeito do câncer de mama. O evento contou com a presença da primeira-dama de Campinas, Sandra Ciocci, que destacou os avanços na luta contra o câncer de mama, a ponto de a cidade ter zerado as filas para os exames de mamografia. Ela destacou ainda a importância de uma busca ativa das mulheres que ainda não realizam o exame, seja por medo, seja por desconhecimento.

A cerimônia contou com soltura de balões e a presença de representantes do governo municipal, com as modelos da exposição que será exibida no Iguatemi, representantes do Caism e de setores da sociedade civil engajadas na causa. O evento contou com uma pequena exposição de fotos da modelo Tamyres Caroline, de 22 anos, que superou a luta contra o câncer. As imagens foram feitas pelo fotógrafo Kassius Trindade.

Os balões eram biodegradáveis e carregaram, cada um, sementes de ipês-rosa para que possam brotar onde caírem na cidade. No Symetria os interessados podem comprar camisetas da campanha por R$ 15,00. Toda renda obtida será revertida para o Grupo Rosa e Amor e para o Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism) da Unicamp - que tmbém enfeitou a facha do prédio na Unicamp com guarda-chuvas rosas. A idéia do guarda-chuva é remeter para o conceito de proteção da mulher a partir do diagnóstico precoce do câncer de mama e do útero. No dia 31, encerramento do Outubro Rosa, está agendada a entrega da renda arrecadada para as entidades.

A edição deste ano tem como tema "AMAMAMA" e conta com uma extensa programação que inclui exposição, palestras e caminhada. Todas as atividades são gratuitas.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista