Publicado 01 de Outubro de 2019 - 16h15

Por Estadão Conteúdo

Novak Djokovic é o tenista número 1 do mundo

Behrouz Mehri / AFP

Novak Djokovic é o tenista número 1 do mundo

Sem demonstrar sinais de dores, o sérvio Novak Djokovic estreou com vitória na chave de simples do Torneio de Tóquio, no Japão. Após perder nas duplas, o número 1 do mundo entrou em quadra nesta terça-feira para iniciar sua campanha na chave de simples e não decepcionou. Derrotou o australiano Alexei Popyrin por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2.

Contra um rival vindo do qualifying e atual 94º do ranking, o líder do ranking fez exibição sólida, sem sofrer qualquer ameaça e sem demonstrar qualquer sinal de dor no ombro esquerdo, motivo do seu abandono nas oitavas de final do US Open, há um mês, em Nova York.

Com aproveitamento de 84% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço, Djokovic não teve o serviço ameaçado em nenhum momento da partida. Ele controlou a partida com tranquilidade e faturou três quebras de saque ao longo das duas parciais. Fechou o jogo em 1h29min.

Foi a segunda partida de Djokovic desde o seu retorno às quadras em Tóquio. Na segunda, pelas duplas, foi batido pelo brasileiro Bruno Soares e pelo croata Mate Pavic. Após abandonar no US Open, o sérvio fez mistério sobre a gravidade da lesão no ombro e chegou a virar dúvida para a gira asiática, iniciada na semana passada.

"Meu ombro está bem. Eu não senti nada nos últimos dias, incluindo hoje, durante a partida. Então, estou muito feliz em dizer que me sinto saudável", declarou o número 1 do mundo após a vitória desta terça. Se a lesão retornar, o sérvio corre o risco de perder a ponta do ranking para o espanhol Rafael Nadal, que não tem pontos a defender até o fim da temporada. Em Tóquio, pela segunda rodada, Djokovic vai enfrentar agora o local Go Soeda;

Em outros jogos desta terça, o croata Borna Coric decepcionou logo em sua estreia. O segundo cabeça de chave da competição japonesa, de nível ATP 500, foi eliminado pelo local Taro Daniel por 6/4, 4/6 e 7/6 (7/5). Daniel vai encarar o australiano Jordan Thompson, que despachou o argentino Juan Ignacio Londero por 6/3, 3/6 e 6/3.

Também avançaram nesta terça o canadense Denis Shapovalov, o francês Gilles Simon, o norte-americano Reilly Opelka, o moldávio Radu Albot e o local Yasutaka Uchiyama.

Escrito por:

Estadão Conteúdo