Publicado 02 de Outubro de 2019 - 11h29

Por Daniel de Camargo

Além das avaliações internas, estudantes também contam com testes de institutos renomados externos, como TOEFL e AVALIA

Divulgação

Além das avaliações internas, estudantes também contam com testes de institutos renomados externos, como TOEFL e AVALIA

O Colégio Lyon Campinas situado na Rua Proença, nº 1.141, no Bosque, conceitua a educação como fruto de muito amor, responsabilidade e disciplina. Essas bases alicerçam o ensino provido na instituição. A afirmação é da gestora educacional, Thiara Pédico Saragiotto. A educadora assegura que o corpo docente e todos os colaboradores são focados nos valores humanos, de modo a ofertar um ensino reflexivo e eficiente.

Segundo Thiara, essa combinação, faz do Lyon um colégio preparado para, junto as famílias, acompanhar adequadamente esta nova geração que, ao mesmo tempo em desafia todos ao seu redor, requer muitos cuidados. O Colégio Lyon, recorda, nasceu em 1999, resultado de sonhos compartilhados. "Vinte anos antes (1979), havíamos criado a Escola de Educação Infantil Brasinha. A ideia era realizar uma educação consistente embasada no afeto, na valorização da livre expressão e na formação cidadã", comenta.

Thiara destaca que a escola possui o Ensino Fundamental I e II e o Ensino Médio. A educadora revela que, anualmente, "um novo projeto sociocultural é escolhido e desenvolvido - em ambos os níveis de ensino - com o objetivo de ampliar a visão de mundo.” As iniciativas, pontua, são finalizadas com um evento acadêmico e científico realizado no próprio colégio, uma feira sociocultural.

Para os alunos do Ensino Fundamental II, é oferecido o período integral. A gestora, ressalta, que são disponibilizados um apoio pedagógico em lições de casa, estudo para avaliações e duas horas diárias de conversação em inglês. Há também um programa inovador intitulado Little Maker (Pequeno criador, em tradução livre). Para tal existe um espaço no qual os estudantes realizam atividades que envolvem raciocínio e criatividade totalmente na língua inglesa.

"O material utilizado é o Uno Internacional, que além de apostilas conta ainda com uma plataforma de conteúdos digitais de importantes instituições como a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e Fundo Mundial para a Natureza (WWF)" , informa.

Thiara explica que o aprendizado da língua inglesa possui uma proposta inovadora no Lyon. O método propicia o desenvolvimento para a comunicação e formação do cidadão globalizado. "Os alunos são avaliados pelo TOEFL e também pelo AVALIA”, cita, destacando a utilização de dois indicadores renomados de desempenho educacional. A análise, ressalta, abrange ainda todo o corpo docente. Os jovens, acrescenta, também tem aulas de espanhol.

Os alunos que estão no Ensino Médio, enfatiza, dispõe de simulados direcionados ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e "aulão" de atualidades. Há também um projeto semanal com enfoque no mercado de trabalho. Nele, são abordados temas pertinentes ao campo profissional em evidência no Brasil e no mundo, destaca. Esses assuntos, comenta Thiara, provavelmente serão cobrados em vestibulares de importantes faculdades e universidades. Os estudantes recebem ainda orientações de estudos e fazem testes vocacionais, a fim de escolher a graduação mais condizente com suas aptidões.

Estímulos ao conhecimento

Novas tecnologias fazem parte do cotidiano da sala de aula e atua como mais uma ferramenta do mestre

O Colégio Lyon Campinas oferece a oportunidade de o aluno participar de diversas competições acadêmicas. Entre elas, Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA), Olimpíada Canguru de Matemática, Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), Olimpíada Brasileira de Matemática (OBMEP) e Olimpíada Brasileira de História (OBH). "Nossos alunos recebem o devido treinamento e geralmente conquistamos diversas medalhas”, frisa a gestora educacional da instituição, Thiara Pédico Saragiotto.

Turing elucida a lógica da programação

Gestora educacional do Colégio Lyon Campinas, Thiara Pédico Saragiotto, cita que os adolescentes que estão no Ensino Fundamental II são submetidos ao Programa Turing. O objetivo, elucida, é possibilitar que eles entendam e coloquem em prática a lógica de programação, que está por trás de praticamente todas as tecnologias existentes na atualidade. "Por meio de atividades e projetos atrelados a diferentes áreas profissionais, os alunos desenvolvem tanto o raciocínio quanto o pensamento lógico, que poderão ser aplicados a qualquer contexto, facilitando o planejamento e ajudando-os a encarar novos desafios" , contextualiza a educadora.

Escrito por:

Daniel de Camargo