Publicado 02 de Outubro de 2019 - 11h12

Por Agência Brasil

Ministro da Educação, Abraham Weintraub: 'Vamos selecionar os melhores. Nossa preocupação é mérito...'

Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Ministro da Educação, Abraham Weintraub: 'Vamos selecionar os melhores. Nossa preocupação é mérito...'

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano terá como foco conhecimentos objetivos. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a preocupação do Ministério da Educação (MEC) será selecionar os melhores alunos para ocupar as vagas no Ensino Superior.

"Não vai cair ideologia, a gente quer saber de conhecimento científico, técnico, de capacidade de leitura, de fazer contas, de conhecimentos objetivos" , afirmou o ministro que participou esta semana do programa Brasil em Pauta, da TV Brasil, da EBC. Ele acrescentou que o interesse do MEC é "simplesmente selecionar as melhores pessoas para ocupar as vagas nas faculdades. A nossa preocupação é mérito, só" .

Após polêmica envolvendo questões do Enem no ano passado, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação, criou, no início deste ano, um grupo responsável por "identificar abordagens controversas com teor ofensivo a segmentos e grupos sociais, símbolos, tradições e costumes nacionais" e, com base nessa análise, recomendar que tais itens não fossem usados na montagem do Enem 2019. O ministro ressaltou, na entrevista, que a aplicação do exame este ano está garantida.

MEC

O Ministério da Educação (MEC) encaminhou, na semana passada, um ofício para as secretarias estaduais e municipais de Educação com orientações e diretrizes a serem adotadas no ensino público. Batizado de Escola de Todos, o documento sugere a adoção de medidas com o objetivo de garantir o pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas, respeito às diferenças, tolerância, combate ao bullying, à automutilação e a não exposição a propagandas político-partidárias dentro das instituições de ensino. De acordo com o ministro da Pasta, Abraham Weintraub, que convocou uma coletiva de imprensa para anunciar o envio do ofício, a ideia é criar um ambiente de acolhimento nas escolas.

"O objetivo é dar um ambiente acolhedor para as crianças, diminuir o bullying, melhorar os indicadores educacionais, reduzir a automutilação e o suicídio, preservando o direito das pessoas se expressarem dentro do que é um ambiente civilizado, normal, sem excessos. Evidentemente tem alguns vídeos que mostram excessos e excessos têm que ser coibidos. É plural, tem que contar várias versões, não pode falar só de um lado", disse.

Weintraub defendeu a necessidade de pacificar a sala de aula e criticou a existência de militância política nas escolas. "É buscar uma pacificação do ambiente escolar, paz, deixar a militância fora das escolas. Pode-se falar de política de uma forma plural, civilizada, não impositiva".

No documento, o MEC lista seis direitos dos alunos, entre eles o direito de que o ensino seja ministrado com base no pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas, resguardada a liberdade de expressão. Também enfatiza o direito de o aluno não "ser prejudicado em ambiente escolar, em razão de sua história, de seus saberes, de características que componham a sua identidade, de suas crenças e convicções" e não ser submetido "a uma promoção inadequada comunicação comercial, inclusive publicidade ou propaganda de qualquer natureza". O ofício ainda recomenda que a comunidade escolar deve respeitar "o direito do aluno de guardar suas crenças e convicções desde que não incitem à violência".

PREPARAÇÃO

Os candidatos podem se preparar para as provas conhecendo melhor a sistemática do exame no endereço: https://enem.inep.gov.br/antes#prepare-se-para-provas

Verifique:

Matrizes de Referência do Enem:

(http://download.inep.gov.br/download/enem/matriz_referencia.pdf)

Provas e Gabaritos anteriores:

(http://portal.inep.gov.br/web/guest/provas-e-gabaritos)

Plataforma Videoprova em Libras:

(http://enemvideolibras.inep.gov.br/)

A Hora do Enem:

(https://api.tvescola.org.br/tve/serie/hora-do-enem/home)

Na TV Escola, acompanhando o programa, o candidato pode criar um plano de estudos, baixar vídeos ou ter tudo isso praticamente ao mesmo tempo pela plataforma. Na TV, o programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h, 13h e 18h; sábado, às 15h; domingo, às 6h. Fonte: MEC

Escrito por:

Agência Brasil