Publicado 02 de Outubro de 2019 - 11h04

Por Daniel de Camargo

Fortalecido por seus 58 anos de história, colégio foi um dos pioneiros na cidade e região a adotar o High School, que completa dez anos

Divulgação

Fortalecido por seus 58 anos de história, colégio foi um dos pioneiros na cidade e região a adotar o High School, que completa dez anos

O Colégio Notre Dame de Campinas situado na Rua Egberto Ferreira de Arruda Camargo, nº 151, no bairro Notre Dame, concilia tradição com inovação no modo de ensinar. A síntese é do coordenador pedagógico do Ensino Médio, Tobias Ribeiro.

Fortalecido por seus 58 anos de história, colégio foi um dos pioneiros na cidade e região a adotar o High School, que completa dez anos

Ao longo dos últimos anos, informa, a escola se posicionou entre as primeiras da cidade na avaliação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Na ótica do educador, é inquestionável que a instituição capacita os estudantes para os vestibulares. Ribeiro enaltece, entretanto, que o processo contribui naturalmente para a formação de cidadãos valorosos. "No Notre Dame, as duas dimensões estão intrinsicamente conectadas entre si e convivem harmoniosamente completando uma a outra", contextualiza.

O coordenador pedagógico pondera que os líderes deste milênio não são aqueles que aprendem as lições de "como fazer", com inúmeros procedimentos e ferramentas que se dissolvem nas constantes mudanças do mundo contemporâneo. O líder de hoje e do futuro, compreende, será aquele focado em "como ser" , tendo as habilidades e competências para fazer, mas também com caráter, valores, princípios e resiliência. "Por isso, educar mente, corpo e coração se apresenta de modo integrado no ensino oferecido no dia a dia do colégio", afirma.

"Fortalecido por seus 58 anos de história, o colégio se avalia permanentemente, com a participação de alunos, professores e pais, com foco no melhoramento contínuo de sua estrutura, de seus processos e do ensino", disse. Agora, novidade em alguns colégios, Ribeiro menciona que o High School do Notre Dame já completa dez anos. Em sua opinião, sólido e consistente. Recentemente, destaca, foi complementado também pelo Middle School no Fundamental II.

"A carga horária estendida, com aulas de 60 minutos, é outra marca do colégio, com 27 aulas semanais do 6º ano ao 9º ano, 28 na 1ª e 2ª séries e 31 na 3ª série do ensino médio, garantindo a excelência acadêmica e adequada preparação para os grandes vestibulares", elogia.

Ribeiro conclui que, no Notre Dame, a formação é verdadeiramente completa e o aluno sai preparado para a universidade e para a vida adulta. "Como queria o Padre Basílio Moreau, fundador da Congregação de Santa Cruz: educação é a arte de ajudar os jovens a alcançar a plenitude", encerra.

Saúde física e emocional

Uma formação completa, segundo o coordenador pedagógico do ensino médio do Colégio Notre Dame de Campinas, Tobias Ribeiro, demanda garantir um bom ensino, mas também cuidar da saúde física e emocional dos alunos. "A escola precisa cuidar do acolhimento de suas crianças e adolescentes, para que eles se sintam confortáveis e seguros, bem como deve zelar pelas relações interpessoais saudáveis e respeitosas", explica. Por essa razão, cita, o Notre Dame conta com um programa de formação socioemocional até o ensino médio, com encontros quinzenais dentro da grade curricular. "Este programa está fundamentado em cinco eixos - autoconhecimento, autocontrole, empatia, decisões responsáveis e habilidades sociais", detalha.

Corpo docente

Não se faz um bom colégio, assegura o coordenador pedagógico do ensino médio do Colégio Notre Dame de Campinas, Tobias Ribeiro, sem um bom corpo docente, com o qual o aluno passa grande parte do seu dia. "O Notre Dame tem um grupo de professores diferenciado, que se reúne semanalmente para estudo, formação e planejamento de suas atividades, com suporte de assessores para cada uma das áreas do conhecimento (Matemática, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Linguagens e Códigos)", garante Ribeiro. Essa regularidade de reuniões, somada à avaliação de desempenho docente, cita o coordenador pedagógico, viabiliza ao professor a formação continuada e o aprimoramento constante de seu potencial de educador e professor.

NotreGênios contempla formação plena

Trinta modalidades distribuídas nas áreas de arte, música, dança, esporte e tecnologia completam currículo

Além das aulas regulares, o Colégio Notre Dame de Campinas convida seus alunos para um conjunto de atividades opcionais, que na opinião do coordenador pedagógico do ensino médio, Tobias Ribeiro, enriquecem e complementam sua formação plena. São aulas de vivência, atividades de voluntariado, aulas semanais de recuperação e plantões de dúvida, aulas de aprofundamento em Matemática, Física, Química e Biologia voltadas para vestibulares, de atualidades com uma abordagem interdisciplinar, de economia, de espanhol visando à preparação para o diploma internacional dele e outras preparatórias para as olimpíadas acadêmicas.

Em 2019, conta, os alunos foram orientados e participaram de 17 olimpíadas diferentes. "Existe ainda o NotreGênios (espaço Maker) e os treinamentos nas diversas modalidades esportivas, às sextas-feiras à tarde, como futebol de campo, futsal, handebol e basquete", completa Ribeiro.

O educador menciona ainda os cursos extracurriculares, que são organizados em três núcleos: Centro de Cultura e Arte Notre Dame (CECAND), Escola de Esportes e Tecno Cursos, os quais oferecem cerca de 30 modalidades nas áreas de arte, música, dança, esporte e tecnologia.

Escrito por:

Daniel de Camargo