Publicado 02 de Outubro de 2019 - 17h15

Por AFP

A dívida externa de países de desenvolvimento baixo e médio aumentou 5,3% em 2018, a 7 trilhões de dólares, devido ao endividamento crescente da China, informou nesta quarta-feira o Banco Mundial (BM)

Contudo, os dados mostraram uma quantidade crescente de países em que a carga da dívida está crescendo, segundo o departamento de estatísticas internacionais do BM.

O apetite crescente por dívida em iuanes está por trás do aumento de 15% do endividamento da China, que impulsionou a alta global, explicou o BM em nota.

Os empréstimos de organismos multilaterais aumentaram 86% essencialmente devido ao empréstimo de 57 bilhões de dólares que o Fundo Monetário Internacional (FMI) concedeu à Argentina.

Excluindo os 10 principais mutuários - África do Sul, Argentina, Brasil, China, Rússia, Índia, Indonésia, México, Tailândia e Turquia -, a dívida externa cresceu apenas 4%, disse o BM.

bur/gm/ll/cc

Escrito por:

AFP