Publicado 02 de Outubro de 2019 - 7h15

Por AFP

O Cardiff anunciou nesta quarta-feira que vai apelar contra a decisão da Fifa que confirmou que o clube deve pagar ao Nantes a primeira parcela da transferência do argentino Emiliano Sala, que faleceu em um acidente de avião em janeiro.

"Parece que (a Fifa) emitiu sua decisão sobre um ponto particular da divergência sem levar em consideração a totalidade dos elementos apresentados pelo Cardiff", afirma o clube do País de Gales em um comunicado.

O Cardiff vai recorrer ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), em Lausanne, contra a decisão anunciada na segunda-feira pela Comissão do Estatuto do Jogador da Fifa, que exigiu o pagamento de 6 dos 17 milhões de euros da transferência.

Após a morte do jogador, o Cardiff decidiu não pagar a primeira parcela da transferência, que havia sido validada pelas autoridades do futebol antes do acidente.

O Nantes denunciou o caso na Fifa em fevereiro com o objetivo de receber o valor integral do acordo.

"Existem provas de que o acordo de transferência nunca foi respeitado de acordo com as muitas obrigações contratuais exigidas pelo Nantes, o que o deixa nulo e sem efeito", afirmou o Cardiff nesta quarta-feira.

"Apelaremos ao TAS para conseguir uma decisão que leve em consideração todas as informações contratuais pertinentes e que explique toda a situação legal entre os dois clubes", completa o comunicado.

hap/gh/fp

Escrito por:

AFP