Publicado 01 de Outubro de 2019 - 21h45

Por Estadão Conteúdo

Em plena fase de discussão da reforma da Previdência, o plenário do Senado Federal está esvaziado, o que alimenta o temor de fontes do Congresso de que a votação se estenda até amanhã.

A etapa de discussão antecede o encaminhamento dos líderes às suas bancadas sobre como votar, se a favor ou contra a proposta. Depois disso, vem a apreciação do texto em primeiro turno.

Há ainda dez destaques que podem alterar a reforma da Previdências e precisarão ser votados individualmente. Há o temor de que, no meio da votação dos destaques, o quórum não se sustente na Casa.

Apesar do risco, há quem diga que a ideia segue sendo concluir a votação hoje. A expectativa desse grupo é que, após a fase de discursos, o quórum volte a aumentar no plenário.

Escrito por:

Estadão Conteúdo