Publicado 01 de Outubro de 2019 - 17h15

Por AFP

O produtor de Hollywood Eric Pleskow, que descobriu Oliver Stone, Milos Forman e Sylvester Stallone e que trabalhou com Billy Wilder e Woody Allen, faleceu nesta terça-feira aos 95 anos, anunciou o festival de cinema de Viena, sua cidade natal.

"Sua morte é uma grande perda para todos nós", indicaram em um comunicado os organizadores da Viennale, principal manifestação cinematográfica da capital austríaca, da qual Eric Pleskow foi presidente desde 1998. Em 2007, Viena o tornou cidadão honorário.

"O cinema era meu destino", costumava dizer Pleskow, que era assíduo no Oscar.

Nascido em uma família judaica em Viena em 2 de abril de 1924, Erich Pleskoff foi para Paris fugindo do nazismo, e depois se instalou nos Estados Unidos.

"Um pouco por acaso" acabou trabalhando no mundo do cinema, subindo pouco a pouco. Em 1951, passou a fazer parte do estúdio United Artists, e em 1978 fundou a produtora Orion Pictures.

Seus sucessos de bilheterias receberam múltiplos prêmios Oscar, entre eles "Amadeus", "Platoon", "Dança com lobos", "O silêncio dos inocentes" e "Rocky: um lutador".

Pleskow viu o início da carreira de Sylvester Stallone e trabalhou com Billy Wilder, Francis Ford Coppola, Federico Fellini e Martin Scorsese. Também financiou 20 longa-metragens de Woody Allen.

"Comecei levando o café e acabei dando o "final cut"", explicava o produtor, admitindo que teve "muita sorte".

bg/smk/fjb/es/mb/db

Escrito por:

AFP