Publicado 01 de Outubro de 2019 - 14h30

Por Estadão Conteúdo

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado rejeitou uma emenda na reforma da Previdência que tentava manter o cálculo de aposentadoria por invalidez. A tentativa de alteração, apresentada pelo PT, foi derrotada por 15 votos a 10.

A reforma aprovada na Câmara dos Deputados, e que agora é analisada pelo Senado, altera a fórmula de cálculo dos benefícios por invalidez.

Hoje, os beneficiários nessa situação se aposentam com 100% da média dos salários de contribuição.

A reforma reduz o cálculo para 60%, acrescentando dois pontos porcentuais por ano de contribuição superior a 20 anos, no caso de homens, e a 15 anos, no caso de mulheres.

A emenda do PT retirava essa mudança do texto.

Na sequência, outros cinco destaques, ou seja, novas tentativas de desidratar a proposta, serão analisados na CCJ.

Escrito por:

Estadão Conteúdo