Publicado 07 de Setembro de 2019 - 5h30

A 6 edição do Facamp Model United Nations, evento que simula atividades realizadas pela Organização das Nações Unidas (ONU), começou ontem e prossegue até terça-feira em Campinas. Promovido pela Faculdades de Campinas (Facamp), o seminário acontece no auditório 5 da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na Rua Tessália Vieira de Camargo, nº 126, na Cidade Universitária, no distrito de Barão Geraldo.

O cerimonial de abertura contou com a participação do presidente da Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (Sanasa), que em 28 de agosto completou 45 anos de existência, Arly de Lara Romêo. Durante a programação, os jovens desempenham papéis de grandes atores globais: chefes de Estado e governo, diplomatas e juízes. Nesse contexto, que envolve os debates a respeito dos desafios e problemas que afligem o mundo, como a paz e o desenvolvimento sustentável, Romêo falou sobre o trabalho desenvolvida na eleita melhor empresa pública municipal de saneamento do Brasil.

“Hoje, 99,8% da população recebe água potável em seus lares, recolhemos 96,5% do esgoto e tratamos 92% do esgoto. Estamos caminhando para a universalização desses índices, ou seja, 100% de água potável, 100% de recolhimento de esgoto e 100% de tratamento de esgoto”, destacou. O presidente da Sanasa pontuou, além disso, que a Sanasa tem a menor perda de água potável entre os municípios de grande porte (19,2%) e este índice vai cair, afirmou, em decorrência da substituição das redes de cimento amianto.

O primeiro dia foi marcado ainda pela exibição de um vídeo do Secretário-geral da ONU, o português António Guterres. O projeto, organizado por graduandos do curso de relações internacionais, conta com o acompanhamento e a interação de funcionários da própria ONU e supervisão de professores da Facamp. A conferência é aberta a estudantes de cursinhos, ensinos Médio e Superior de instituições do Brasil e do Exterior. Em 2019, o tema escolhido foi: Living together in peace (Viver juntos em paz). A motivação: ser uma das campanhas da própria ONU.