Publicado 29 de Setembro de 2019 - 14h27

Por France Press

Hamilton agora tem 73 pontos a mais que seu perseguidor imediato, o companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas.

AFP

Hamilton agora tem 73 pontos a mais que seu perseguidor imediato, o companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas.

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu o Grande Prêmio da Rússia de Fórmula 1 neste domingo (29), pondo fim a uma série de três vitórias da Ferrari e aumentando sua vantagem na liderança do campeonato mundial.

Graças a um ponto extra conseguido por fazer a melhor volta da corrida, Hamilton agora tem 73 pontos a mais que seu perseguidor imediato, o companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas.

"É exatamente o que precisávamos. Nós não abandonamos nunca", comemorou o pentacampeão do mundo.

Bottas, e o monegasco Charles Leclerc (Ferrari), que largou na pole position, completam o pódio. O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) abandonou a prova devido a um problema em seu motor, explicou a escuderia italiana.

Foi esse incidente que permitiu aos carros da Mercedes, 2º e 4º no grid de largada, assumir a vantagem: a parada do carro do alemão deu entrada ao safety car virtual e lhes propiciou uma parada nos boxes mais rápido.

Já na Ferrari a tensão era sentida desde as primeiras voltas após uma estratégia da equipe.

Após a corrida Leclerc explicou que deixou Sebastian Vettel assumir a liderança, com a promessa de que a posição seria cedida depois, o que não aconteceu.

A troca só acabou sendo feita no pit stop. E pouco depois, na

27ª volta, Vettel abandonou a prova com problemas no motor.

Resultado do Grande Prêmio da Rússia:

1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 309,745 km em 1h 33:38.992

2. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 3.829

3. Charles Leclerc (MON/Ferrari) a 5.212

4. Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda) a 14.210

5. Alexander Albon (TAI/Red Bull-Honda) a 38.348

6. Carlos Sainz Jr (ESP/McLaren-Renault) a 45.889

7. Sergio Pérez (MEX/Racing Point-Mercedes) a 48.728

8. Lando Norris (GBR/McLaren-Renault) a 57.749

9. Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari) a 58.779 *

10. Nico Hülkenberg (ALE/Renault) a 59.841

11. Lance Stroll (CAN/Racing Point-Mercedes) a 1:00.821

12. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Honda) a 1:02.496

13. Kimi Räikkönen (FIN/Alfa Romeo Racing-Ferrari) a 1:08.910

14. Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso-Honda) a 1:10.076

15. Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo Racing-Ferrari) a 1:13.346

* Magnussen penalizado com 5 segundos por ter saído da pista e obtido uma vantagem

Melhor volta na corrida: Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 1:35.761 na 51ª volta (média: 219,847 km/h)

Abandonos:

Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari): 1ª volta

Daniel Ricciardo (AUS/Renault): 25ª volta

Sebastian Vettel (ALE/Ferrari): 27ª volta

George Russell (GBR/Williams): 28ª volta

Robert Kubica (POL/Williams): 29ª volta

Classificação dos pilotos:

1. Lewis Hamilton (GBR) 322 pts

2. Valtteri Bottas (FIN) 249

3. Charles Leclerc (MON) 215

4. Max Verstappen (HOL) 212

5. Sebastian Vettel (ALE) 194

6. Pierre Gasly (FRA) 69

7. Carlos Sainz Jr (ESP) 66

8. Alexander Albon (TAI) 52

9. Lando Norris (GBR) 35

10. Daniel Ricciardo (AUS) 34

11. Nico Hülkenberg (ALE) 34

12. Daniil Kvyat (RUS) 33

13. Sergio Pérez (MEX) 33

14. Kimi Räikkönen (FIN) 31

15. Kevin Magnussen (DIN) 20

16. Lance Stroll (CAN) 19

17. Romain Grosjean (FRA) 8

18. Antonio Giovinazzi (ITA) 4

19. Robert Kubica (POL) 1

Classificação dos construtores:

1. Mercedes 571 pts

2. Ferrari 409

3. Red Bull-Honda 311

4. McLaren-Renault 101

5. Renault 68

6. Toro Rosso-Honda 55

7. Racing Point-Mercedes 52

8. Alfa Romeo Racing-Ferrari 35

9. Haas-Ferrari 28

10. Williams 1

 

Escrito por:

France Press