Publicado 30 de Setembro de 2019 - 13h45

Por AFP

O Real Madrid mede forças com o Brugge nesta terça-feira pela Liga dos Campeões com a intenção de deixar definitivamente no passado o fiasco do Parque dos Príncipes, há duas semanas na estreia na competição continental.

Machucado após a dura derrota por 3 a 0 diante do PSG, a equipe merengue parece ter recuperado a confiança nas últimas três partidas no Campeonato Espanhol, contra Sevilla (1-0), Osasuna (2-0) e Atlético de Madrid (0-0).

"É evidente que esta derrota nos machucou muito", garantiu nesta segunda-feira o técnico Zinédine Zidane, afirmando que "desde então jogamos muito bem, fomos bem defensivamente, fizemos as coisas bem".

O técnico merengue fez questão de mostrar sua satisfação com a melhora defensiva da equipe, que até o jogo no Parque dos Príncipes havia sofrido sete gols em cinco jogos oficiais.

O Real Madrid é o último colocado do grupo A com nenhum ponto somado, atrás do PSG, líder com três unidades, Brugge e Galatasaray, que tem um ponto cada.

"Precisamos somar pontos amanhã sim ou sim", afirmou Zidane, cuja equipe não pode se permitir outro tropeço para não complicar de vez as chances de classificação na Champions.

Em busca de uma força ofensiva maior, o técnico merengue provavelmente voltará a apostar no trio de ataque formado por Gareth Bale, Karim Benzema e Eden Hazard, a contratação de maior peso do Real para a temporada, mas que não vem conseguindo render à altura das expectativas.

"Não estou preocupado porque sei que ele vai triunfar aqui, que será muito bom, é preciso manter a calma, como sempre, com os jogadores que acabaram de chegar", defendeu Zidane.

Lesionado no início da temporada, o belga voltou aos campos em 14 de setembro contra o Levante e, desde então, mostrou lampejos de qualidade, mas não conseguiu fazer a diferença.

"É o que me falta: um bom jogo, um gol, uma assistência para dar a volta por cima", declarou nesta segunda-feira Hazard.

Na quarta-feira, Hazard terá nova oportunidade diante de um adversário a priori acessível.

Para o duelo contra o Brugge, a maior dúvida na equipe titular do Real é a presença do lateral brasileiro Marcelo, que se recupera de lesão. Luka Modric, que entrou em campo no sábado, e Isco têm condições de jogar.

Escrito por:

AFP