Publicado 30 de Setembro de 2019 - 10h30

Por AFP

O presidente chinês Xi Jinping prometeu nesta segunda-feira respeitar a autonomia de Hong Kong e manter o princípio aplicado à ex-colônia britânica de "um país, dois sistemas", após meses de manifestações pró-democracia neste território.

Em uma recepção em Pequim na véspera das celebrações do aniversário de 70 anos de fundação da China comunista, Xi disse que seu país "seguirá aplicando íntegra e fielmente o princípio de "um país, dois sistemas"", assim como um "elevado grau de autonomia" em Hong Kong.

Esta região do sul da China vive desde junho sua crise política mais grave desde sua devolução a Pequim em 1997.

Nos últimos quatro meses Hong Kong virou cenário de manifestações quase diárias para exigir reformas democráticas e denunciar a crescente interferência de Pequim.

Sob o princípio "um país, dois sistemas" - vigente até 2047 - Hong Kong goza em teoria de certas liberdades que os cidadãos do restantes da China não desfrutam, como a liberdade de expressão, o acesso sem restrições à internet e a independência judicial.

lld-rox/lth/gle/me/mar/fp

Escrito por:

AFP