Publicado 29 de Setembro de 2019 - 11h45

Por AFP

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu o Grande Prêmio da Rússia de Fórmula 1 neste domingo, pondo fim a uma série de três vitórias da Ferrari e aumentando sua vantagem na liderança do campeonato mundial.

Graças a um ponto extra conseguido por fazer a melhor volta da corrida, Hamilton agora tem 73 pontos a mais que seu perseguidor imediato, o companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas.

"É exatamente o que precisávamos. Nós não abandonamos nunca", comemorou o pentacampeão do mundo.

Bottas, e o monegasco Charles Leclerc (Ferrari), que largou na pole position, completam o pódio. O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) abandonou a prova devido a um problema em seu motor, explicou a escuderia italiana.

Foi esse incidente que permitiu aos carros da Mercedes, 2º e 4º no grid de largada, assumir a vantagem: a parada do carro do alemão deu entrada ao safety car virtual e lhes propiciou uma parada nos boxes mais rápido.

Já na Ferrari a tensão era sentida desde as primeiras voltas após uma estratégia da equipe.

Após a corrida Leclerc explicou que deixou Sebastian Vettel assumir a liderança, com a promessa de que a posição seria cedida depois, o que não aconteceu.

A troca só acabou sendo feita no pit stop. E pouco depois, na

27ª volta, Vettel abandonou a prova com problemas no motor.

Resultado do Grande Prêmio da Rússia:

1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 309,745 km em 1h 33:38.992

2. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 3.829

3. Charles Leclerc (MON/Ferrari) a 5.212

4. Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda) a 14.210

Escrito por:

AFP