Publicado 09 de Setembro de 2019 - 19h59

Por AFP

O jogador de futebol Luis Javier Paradela se converteu no primeiro atleta de Cuba a ser contratado por uma equipe dos Estados Unidos sem desertar, informou nesta segunda-feira a imprensa local.

O atacante de 22 anos assinou em 29 de agosto um contrato com o Reno 1868, da segunda divisão dos Estados Unidos (USL), onde vai atuar "com um visto de trabalho que lhe permite jogar temporariamente no território americano sem desertar de Cuba", informou a emissora de TV estatal, acrescentando que trata-se de um "fato inédito".

Paradela atuava no time da Universidade de San Carlos, na Guatemala, com um contrato endossado pelo Instituto Cubano de Esportes (Inder).

O bloqueio aplicado por Washington contra Cuba desde 1962 - que foi ampliado durante o governo de Donald Trump - força os atletas cubanos a desertar, às vezes sob condições de risco, para assim assinar com equipes nos Estados Unidos.

bur-rd/cl/lca

Escrito por:

AFP