Publicado 17 de Maio de 2019 - 16h02

Por Daniel de Camargo

Ao finalizar a graduação e entrar definitivamente no mercado de trabalho é comum, segundo especialistas da instituição sem fins lucrativos de ensino superior e pesquisa reconhecida como referência em administração, economia, direito e engenharia, Insper, o profissional perceber a necessidade de aprimorar algumas habilidades que foram pouco exploradas até então.

Nessa etapa surge a dúvida de qual caminho seguir: MBA (Master of Business Administration), pós-graduação lato sensu ou mestrado profissional. Para isso, é necessário entender a diferença entre MBA e especialização. Os docentes do Insper analisam que a escolha do curso dependerá muito do momento da carreira em que a pessoa se encontra e sua disponibilidade para se dedicar aos estudos, pois além das aulas é necessário dedicar um tempo extra para estudar os materiais e efetivamente se aprofundar nos temas propostos.

Para os que acabaram de sair da graduação ou estão mudando de área profissional, a indicação são os cursos de pós-graduação lato sensu ou mestrado profissional. As especializações darão as diretrizes gerais das áreas escolhidas que podem ser administração, economia, finanças, gestão de projetos de negócios, gestão de negócios e pessoas, marketing e políticas públicas.

No entanto, os especialistas em carreira profissional aconselham os candidatos a sanarem algumas dúvidas: Quais as diferenças e semelhanças entre eles? Qual o momento ideal para início de um curso? Isso, por que além do momento profissional e objetivos do candidato, o tempo de dedicação e áreas de interesse são pontos que devem ser levados em consideração neste processo.

O mestrado profissional tem uma ênfase mais conceitual. O foco na capacidade analítica e prática do aluno permite prepará-lo tanto para a atuação profissional quanto para a docência em cursos aplicados. O programa se baseia em pesquisas empíricas, artigos e estatísticas, tem duração de dois anos e exige dedicação de cerca de 18 horas semanais para os estudos, além das aulas presenciais. A principal diferença, comparado aos demais programas, é o rigor acadêmico de uma pós-graduação stricto sensu.

INTERTÍTULO: PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

Os cursos de pós-graduação lato sensu têm duração de 18 meses e requerem uma dedicação de seis horas semanais para estudos, além das aulas presenciais. Nas aulas, são desenvolvidas, além de conteúdo teórico e prático, competências essenciais para se trabalhar nas organizações, como análise crítica, atuação em equipe, liderança e a resolução de problemas do dia a dia das organizações. Um diferencial dessa modalidade é a diversidade das turmas, formadas por profissionais de diferentes áreas e históricos profissionais, estimulando a troca de ideias e experiências.

INTERTÍTULO: MBA EXECUTIVO

O curso de MBA Executivo indicado para quem já tem experiência de pelo menos cinco anos de atuação no mercado e ocupe cargo de gestão, para que tenha a experiência profissional necessária para acompanhar e desenvolver as habilidades propostas pelo curso. Os alunos têm uma visão geral dos negócios com aulas de estratégia, finanças, pessoas, marketing e administração.

Se o foco do profissional é fazer o MBA para seguir com os estudos em universidades fora do país ou trilhar uma carreira internacional é preciso ficar atento à carga horária do curso escolhido. No Brasil, para que um curso possa ser definido como MBA, o Ministério da Educação (MEC) exige pelo menos 360 horas/aula. Porém, para que tenha validade internacional é exigido que o curso tenha mais de 500 horas/aula. No Insper são 640 horas/aula no executivo e 688 horas/aula no finanças.

“É importante que o aluno avalie o programa e as credenciais da escola onde irá cursá-lo. Há um entendimento internacional sobre o que é um MBA com critérios bem definidos. É fundamental avaliar essas questões antes de iniciar os estudos”, orienta Cliquet.

Há três certificações internacionais que avaliam as práticas pedagógicas e gerenciais da escola: a AMBA (Association of MBAs), a AACSB (Association to Advance Collegiate Schools of Business) e a EFMD (European Foundation for Management Development). A acreditação das entidades garante a qualidade e validade internacional do MBA. “O Insper é acreditado pelas três certificações, apenas 1% das escolas de negócios do mundo têm essa tripla certificação”, conclui Cliquet.

FRASE

“O mestrado profissional tem uma abordagem mais conceitual do que os cursos de especialização e MBA, com maior ênfase para a capacidade analítica do aluno e uma forte base acadêmica”

Silvio Laban Neto - Coordenador do mestrado em Administração

FRASE

“Os cursos de pós-graduação lato sensu têm um caráter mais amplo, possibilitando uma visão global da área. Desenvolvemos um programa em que o aluno é protagonista do seu aprendizado, participando ativamente das discussões e tendo uma vivência prática do conteúdo ensinado”

Guy Cliquet - Coordenador executivo dos cursos de pós-graduação lato sensu

Escrito por:

Daniel de Camargo