Publicado 17 de Maio de 2019 - 15h11

Por Daniel de Camargo

Mais de 5 milhões de participantes se inscreveram para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A edição deste ano lançou um novo sistema de inscrição, mais interativo e personalizado. Também foi elaborado um passo a passo de todas as etapas do novo processo, inclusive em Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Na Página do Participante, as informações foram apresentadas por uma atendente virtual, como em um chat. Os personagens da Galera do Enem comandaram a inscrição e apresentaram as perguntas de acordo com a resposta anterior.

O novo sistema valorizou a experiência do usuário e apostou - acertadamente - no costume da população brasileira em interagir por mensagens, como no aplicativo WhatsApp. Os formulários, com diversas perguntas a cada etapa da inscrição, foram substituídos por esse bate papo personalizado. Por estar mais focada na realidade do usuário, a inscrição ficou mais fácil e mais rápida.

Outra inovação foi antecipar as dúvidas mais frequentes dos participantes. Ao longo da inscrição, os personagens da Galera do Enem dão dicas e alertas com orientações sobre o processo. Houve novidades também na geração do boleto da taxa de inscrição.

Cumprindo novas regras da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), os boletos agora precisam ser registrados e, por isso, são atrelados ao CPF do participante. A medida evita pagamentos duplicados ou com valores incorretos.

INTERTÍTULO: CRONOGRAMA MANTIDO

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 terá o cronograma mantido. A afirmação é do novo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, em entrevista, na última sexta-feira, ao Portal MEC. A instituição é responsável pela prova.

“Os mais de 5 milhões de estudantes que se inscreveram no Enem podem ficar tranquilos. O cronograma está mantido. Tanto Inep quanto MEC (Ministério da Educação) vão trabalhar juntos para que tudo ocorra com tranquilidade”, disse.

Lopes é servidor público da carreira de analista de comércio exterior desde 1999. Graduado em engenharia química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e em direito pela Universidade de Brasília (UnB).

O novo presidente do Inep já exerceu diversas funções na administração pública como, por exemplo, secretário de Gestão Administrativa e Desburocratização, e subsecretário de Políticas Públicas do Governo do Distrito Federal.

“Quero trazer essa experiência de gestão em vários órgãos para o Inep para que a gente consiga cumprir nossa missão institucional com sucesso”, destacou.

Ele sucede o delegado Elmer Coelho Vicenzi no cargo. O antigo ocupante ficou 24 dias à frente do instituto e saiu, a pedido, na última quinta-feira.

BOX: ENEM

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia vinculada ao Ministério da Educação. Em 21 edições, o exame recebeu quase 100 milhões de inscritos. O Enem avalia o desempenho do estudante e viabiliza o acesso à educação superior, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) e instituições portuguesas. O exame também possibilita o financiamento e apoio estudantil, por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os dados do Enem também permitem autoavaliação do estudante o desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais. O exame é aplicado em dois domingos e tem quatro provas objetivas, com 180 questões, além de uma redação.

Escrito por:

Daniel de Camargo