Publicado 23 de Maio de 2019 - 5h30

Dos 71 milhões de domicílios existentes no Brasil em 2018, 12,9 milhões eram alugados - número 5,3% maior na comparação com 2017, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e com enfoque nas características gerais dos domicílios e moradores de todas as regiões do Brasil. Entre 2017 e 2018, o aumento de residências alugadas foi observado em todo o País. A elevação mais expressiva foi de 5,8% na região Sudeste. Atualmente, 20,5% de todos os domicílios situados em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo são alugados. Embora tenha sido registrado um avanço proporcionalmente menor em relação a 2017, o Centro-Oeste permaneceu como a região com o maior percentual de residências alugadas. Estão nesta situação 22,9% do total. A quantidade de domicílios próprios, quitados ou ainda em pagamento também cresceu entre 2017 e 2018. (Agência Brasil)